Autuori ressalta qualidade de Ganso, mas prega necessidade de trabalho


Treinador deixa claro que o meia terá de se esforçar para recuperar espaço

Paulo Autuori chegou ao São Paulo e já mostrou seu método de trabalho. E pelo que deixou bem claro em sua primeira entrevista, os jogadores vão ter de se dedicar para conseguir vaga no time. O comandante deu um recado bem claro para Paulo Henrique Ganso: o meia tem tudo para ser titular da equipe – e deve ser na partida deste domingo contra o Vitória –, mas vai ter de se esforçar bastante.

Ganso chegou ao São Paulo ano passado e demorou a ter condições ideais de jogo. As lesões o afastaram dos gramados por algum tempo. Nesta temporada, entre um problema físico e outro, foi cavando seu espaço e até chegou a ser considerado titular por Ney Franco. A queda de rendimento, porém, fez com que ele voltasse a ser opção, com Jadson na armação e três atacantes.

Agora com nova comissão técnica, Paulo Autuori garante: o meia terá de mostrar trabalho para ter uma chance entre os titulares.

– A essência do futebol é a qualidade técnica. E ele tem de sobra. Mas hoje em dia além de ser jogador tem de ser competidor e somar a qualidade ao resto. Os jogadores só passam por isso ao se questionarem o que está faltando. Esse é o desafio. Mas o pior é quando tem alguém que não tem qualidade. O objetivo é que possa jogar porque tem qualidade. Reconhece que não tem feito bons jogos – disse Autuori.

O São Paulo não vive um bom momento. O time foi eliminado na semifinal do Campeonato Paulista e nas oitavas de final da Taça Libertadores. Depois de um bom tempo sem jogos, iniciou bem o Brasileirão com duas vitórias consecutivas, mas caiu de produção. O time amarga sua pior série na história em partidas no Morumbi. Já são quatro jogos sem vencer – dois deles clássicos. A equipe ainda se complicou na disputa da Recopa Sul-Americana contra o Corinthians após perder por 2 a 1 no primeiro jogo.

– Acho que, para o time melhorar, a melhora do Ganso pode ser fundamental. Ele é diferenciado. Para qualquer equipe é um privilégio ter um jogador como ele. Estou otimista de que ele possa dar uma resposta rápida. As coisas precisam ser feitas com sustentação. Tem de ser duradoras.

Paulo Autuori sabe que vai ter de trabalhar para reorganizar a equipe. O elenco, como ele mesmo ressaltou em seu primeiro dia, tem qualidade, mas precisa voltar a jogar o que sabe para o São Paulo voltar a ter chances no Brasileirão e tentar o título na Recopa.

– Vamos trabalhar para dar uma resposta positiva. Quando o bebê está sujo, se lava. Só a água vai embora e o bebê fica. Vou reconhecer as coisas boas que o Ney fez aqui.

O São Paulo volta a campo neste domingo contra o Vitória, no Barradão, às 16h, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe aparece na décima colocação, com oito pontos e um jogo a mais do que a maioria dos adversários. Na próxima quarta, o compromisso será contra o Corinthians, pela finalíssima da Recopa. O Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença para ficar com o título. Vitória simples leva a disputa para a prorrogação e, se persistir o resultado, penalidades.

Fonte: globo.com

23 comentários

  1. Para fechar o elenco: lugano, maicon, felipe melo e scocco ou nilmar

    tchau: weligton, rodolfo, luis cabecinha fraca
    doações: douglas e juan

  2. rc – maicon – lucio – lugano – clemente rodriguez – felipe melo – denilson – jadson – ganso – osvaldo – scocco(nilmar)

    denis – lucas farias (caramelo) – toloi – edson silva – reinaldo – fabricio(joao schmit) – rodrigo caio – maicon (negueba) – roni – silvinho – aloisio(ademilson)

  3. Me parece que a negociação de Cléber, zagueiro da Ponte Preta, com o Corinthians, melou. Culpa de suposta participação de Renato Duprat na negociação, segundo o Uol.

    Bom zagueiro. Seria uma ótima se “alguém” atravessasse o negócio e o trouxesse pra cá.

  4. Para mim, PAULO AUTUORI armará o SÃO PAULO no 4-4-2 em formação do tipo “diamante”, com três volantes e um homem mais avançado.

    Hoje, FABRÍCIO ou WELLINGTON seriam a ponta de baixo do diamante, jogando à frente da zaga. DENÍLSON e GANSO atuariam pelos lados, nas laterais do “diamante” e JADSON seria o homem avançado.

    Talvez seja a alternativa de proteger a zaga, hoje fragilizada, e recuperar o futebol de GANSO.

    Talvez…

    Confio no PAULO AUTUORI. Ele recuperará GANSO!

    • Scocco e Maxi Rodrigues seriam bons nomes. Creio que não custariam tanto e seriam bons reforços. Porque isso é uma das coisas que faltam ao LUÍS FABIANO: concorrência!

      Não sei ao certo se a contratação deles está atrelada à janela por estarem em time da América do Sul.

      Para a lateral direita, tá osso arrumar alguém. Se PAULO AUTUORI for mesmo no 4-4-2, penso que terá de ser um mais marcador. Seria vital, nesse caso, ouvir o treinador antes de contratar ao invés de impor.

      Mas é só minha opinião… Longe de mim querer ser “manjador!”.

      Vamos, SÃO PAULO!

      • Maxi Rodrigues e o Sccoco formam a dupla de ataque do NOB. E o Maxi, já disse que não saí do time argentino. Mas o Sccoco tá louco sair, ir para um centro grande, tipo o Brasil.
        Lateral direita eu insistiria no Lucas Farias, já que não tem ninguém em vista. E no meio já que o Wellington está de malas prontas, iria atrás do Felipe Melo. Salário alto e tudo mas dá pra fazer como fizeram com o Lúcio.

      • O problema é que não temos laterais.
        O Clemente Rodrigues estava mal no boca, mas tem potencial (o Juan nem precisa falar)
        Na direita, o Douglas é fraco na defesa e o Lucas Farias se mostrou deficiente (precisa de tempo para evoluir).
        Quanto aos volantes, temos o R. Caio e o Wellington (se colocar juízo na cabeça) para ser primeiro volante e colocaria o Fabrício de segundo volante (Denilson reserva).
        Ou seja, para o 4x4x2 ainda precisamos de bons laterais

      • O 4-4-2 pede bons laterias.
        O 3-5-2 pede bons alas. Quando deu muito certo a gente tinha Junior e Cicinho voando nos lados do campo. Ambos tinham facilidade de sair jogando pelos lados com qualidade e velocidade.

  5. Vou repetir uma ladainha minha: Quando muda de técnico da inicialmente um outro gás ao time. Time sai do marasmo.
    Nosso time não é ruim. Desanimo, brigas, falta de liderança, não éramos um time mas um bando de jogadores que não se atinavam (pelo que diz).
    Vamos ver amanha se Autuori colocou ordem na bagaça.

    • Pelos escolhidos, acredito que o R. Caio vai de lateral direito, Wellington e Denilson de volantes, Maicon de terceiro homem de meio campo (no formato diamante), com Ganso centralizado e Aloísio e Osvaldo no Ataque.

      Um time defensivamente mais seguro, com um ataque rápido e municiado por um jogador de refinada técnica.

      • Se time entrar focado, sem estar de pa virada é somar mais tres pontos. Joga fechado, faz um ou outro gol, faz tres pontos, sobre na tabela, ganha auto confinça e depois vai para as cabeças.

Deixe uma resposta