Pesquisa: Quem você gostaria que fosse o novo técnico do São Paulo?/Coluna do José Renato: A maior goleada da história do Pacaembu é Tricolor

[tab:Pesquisa]

[tab:Coluna]
Jos+® Renato

image003

A conquista tricolor do campeonato paulista de 1945 foi um verdadeiro passeio.

Foram 17 vitórias em 20 partidas disputadas e 70 gols marcados.

Aliás a década de 1940 foi totalmente tricolor.

Já tínhamos conquistado o título de 1943 e no ano seguinte, em 1944, o vice-campeonato.

Após o título de 1945, o bicampeonato viria em 1946 de forma invicta.

Goleadas?

Foram muitas… e marcantes.

Em 16 de maio de 1943, Leônidas marcou 3 na goleada de 6 a 1 sobre o Santos, no Pacaembu.

Em 1944, o Santos voltou a ser goleado, novamente no Pacaembu, desta vez por 9 a 1.

No mesmo ano, sempre no Pacaembu, o Corinthians levou de 4 a 0.

Mas em 1945, no entanto, o São Paulo extrapolou.

Em 8 de julho marcou a maior goleada da história do Pacaembu.

Um implacável 12 a 1 frente o Jabaquara.

O técnico Jorge de Lima, o Joreca escalou o São Paulo aquele dia com Gijo, Piolin e Virgílio; Bauer, Rui e Noronha; Barrios, Sastre, Leônidas, Remo e Teixeirinha.

O primeiro gol só saiu aos 17 minutos do primeiro tempo através de Remo.

Um minuto depois, Leônidas marcaria o segundo.

Depois veio o primeiro recorde daquele dia.

Em 4 minutos, 3 gols.

Aos 36, Leônidas, aos 38, Teixeirinha e aos 39 Leônidas novamente.

O primeiro tempo acabaria com mais um gol de Leônidas aos 42 minutos.

Bem se virou 6, acabou em?

Segundo tempo começou e logo aos 8 minutos, Barrios marcaria o sétimo gol.

Aos 11, Leônidas marcou o seu quinto gol, 8 a 0.

Mais 4 minutos, o nono gol foi marcado por Teixeirinha.

Aos 17 minutos, Remo fez o décimo gol.

Pois veio o gol de honra do Jabaquara, de pênalti, aos 19 minutos do segundo tempo.

Ainda faltavam mais de 25 minutos, o São Paulo vencia por 10 a 1.

Mas o Tricolor foi piedoso.

Só marcou mais duas vezes.

Aos 40 minutos através de Teixeirinha e aos 44, novamente, Remo.

O placar final marcou 12 a 1.

A maior goleada registrada em jogos no estádio do Pacaembu.

Aliás, o mesmo que tem em seu nome oficial, uma homenagem a outro tricolor ilustre, Paulo Machado de Carvalho.

Por: José Renato Santiago

181 comentários

    • Até tentei pensar como você, Vitão. Apoiei sua ideia de Luxemburgo. Mas… parei. Tentei levar pelo lado positivo numa suposta contratação. Não achei nada que suprisse a falta de hombridade que ele carrega no histórico.
      Seria a pior escolha, definitivamente.
      Você que se diz tão conhecedor e apaixonado pelo futebol deveria ser o primeiro a notar que seria um grande erro.

  1. Sub disse:
    10 de julho de 2013 às 12:09
    Até tentei pensar como você, Vitão. Apoiei sua ideia de Luxemburgo. Mas… parei. Tentei levar pelo lado positivo numa suposta contratação. Não achei nada que suprisse a falta de hombridade que ele carrega no histórico.
    Seria a pior escolha, definitivamente.
    Você que se diz tão conhecedor e apaixonado pelo futebol deveria ser o primeiro a notar que seria um grande erro.

    ————————————————————–

    Erros todos nós cometemos, e no futebol não existe Santo.

    E se ele cometeu erros não foi com o São Paulo.

    E ele mesmo já afirmou por várias vezes que o seu sonho é treinar o São Paulo, aposto que ele aceita ganhar menos do que o Autuori ou Muricy pediram.

    Se ele quisesse ganhar dinheiro é óbvio que ele não escolheria o São Paulo sabendo da política salarial do São Paulo, seria o último clube que ele iria querer treinar sabendo que tem outros clubes que abrem o cofre para técnicos de ponta.

    Para mim depois do Telê, os melhores técnicos que tivemos aqui no Brasil foram Luxemburgo e Felipão.

    Eu tenho certeza que Luxemburgo ou Felipão em 3 ou 4 anos de São Paulo ganhariam tudo, no mínimo uns 6 títulos importantes.

  2. Allan de Paula disse:
    10 de julho de 2013 às 12:13 (Editar)
    Hahahahahaha! Sub, precisamos ser originais! Chega de cornetar jogadores, diretoria e técnico. Teve gente cornetou o paisagismo no estádio, a chuteira do Cañete… Mas falando sério, é definitivo esse layout? O outro deu pane nos comentários, né? Pelo menos eu não conseguia mais acessar…
    ———————————————————
    Estão verificando o problema e creio que em breve voltaremos com o outro layout.
    Aqui temos um pessoal muito bom nesse trabalho!
    Podemos ficar tranquilos.
    Aqui, assim como o Pacaembú, também é nosso. Mas, em breve estaremos mandando os jogos no Morumbi de novo.
    rsrsrs

  3. Sub disse:
    10 de julho de 2013 às 12:11
    tsc tsc tsc
    E pensar que um dia respeitei seu conhecimento sobre futebol…
    É impressionante.

    ————————————————————–

    Se ele trabalhasse direito sem prejudicar o clube não vejo temor em tê-lo como técnico.

    Ele não ia ser dono do São Paulo, ia ser um empregado do clube, se fizesse algo anormal ou alguma besteira era só demiti-lo.

    Simples assim….

    O Muricy que a maioria está querendo, quando saiu do São Paulo falou um monte de mentiras, saiu atirando pra tudo quanto é lado e é o preferido da torcida.

  4. Mas Vitão, o problema do Luxa não é salário alto… é o que ele faz nos bastidores.
    E duvido que ele, só porque trabalharia no São Paulo, iria deixar os velhos costumes de lado e voltar a ser integralmente profissional.
    Seria mais problema que solução…
    Porém, do jeito que andam as coisas, venha quem vier. Não se pode ter mais certeza do que quer que seja. Tudo anda muito estranho.

  5. Muricy parece que se perdeu nos últimos anos e não tem uma filosofia muito agradável de jogo.

    Paulo Autuori pegou a barca andando em 2005, ganhou o que deu, não fez um bom BR naquele ano (embora houve melhora no final) e definitivamente não emplacou nada depois daquilo. Tem um bom vestiário e o apoio de muitos dentro e fora do SP. Deve ser o escolhido, mas vejo essa escolha com um pé atrás.

    Cuca sempre fraquejou nos momentos de decisão, talvez por nunca ter conquistado nada, mas se for se acostumando com os títulos, pode ser um dos grandes treinadores do futuro. Tem o fator RC tbm, que nunca ficou muito bem explicado. Mas o considero um treinador que faz seus times jogarem como ninguém. Me lembro de um jogo no BR de 2011 contra as frangas que ele quase tirou o título deles com o Atlético/MG. Lembrando que ele havia recém pego o time das mãos do enganador Dorival Jr. Fez o time jogar contra o Corinthians que, naquele momento, vinha embalado e jogando muito bem postado. Lembro do gol ensaiado de falta que fizeram… coisa linda de se rever:

    http://youtu.be/c3L2QceBlZk?t=47s

    Coisa que muito treinador que se acha top é incapaz de fazer. Peca por ter um vestiário mais fraco que Autuori. Se ele conseguirá se acostumar com as conquistas? é uma pergunta sem resposta.

    Na minha preferência, hoje: Cuca > Muricy > Autuori (os dois ultimos quase se equivalem). Cuca valeria um investimento, mesmo que o Atlético não o demita… lembrando que hoje ele é (deveria ser) um treinador muito mais completo que aquele de 2004.

  6. VITÃO/SPFC/THE BEST disse:
    10 de julho de 2013 às 12:24 (Editar)

    O Muricy que a maioria está querendo, quando saiu do São Paulo falou um monte de mentiras, saiu atirando pra tudo quanto é lado e é o preferido da torcida.
    ——————————————————-
    Isso é verdade.
    Muitas reportagens sobre ele ter falado várias coisas desnecessárias e até ofensivas.

  7. rodrigomt disse:
    10 de julho de 2013 às 12:32
    Eu acho que daria certo…é convicção da minha parte..agora cada obviamente tem a sua!

    —————————————————————–

    É vero.

    Eu vi mais de 40 técnicos passarem pelo São Paulo desde 1970, e o Cuca está entre os 10 piores que já vi: Vail Mota, Parreira, Adilson Batista, Ricardo Gomes, etc….

  8. Eduardo Cardoso disse:
    10 de julho de 2013 às 12:28 (Editar)
    ————————————————————-
    Muito pontual o comentário.
    Bem próximo às características dos treinadores.

  9. VITÃO/SPFC/THE BEST disse:

    É vero.

    Eu vi mais de 40 técnicos passarem pelo São Paulo desde 1970, e o Cuca está entre os 10 piores que já vi: Vail Mota, Parreira, Adilson Batista, Ricardo Gomes, etc….
    ————————————————
    Essa análise de qualidade dos técnicos deveria sempre levar em consideração a diretoria da época.
    Na minha opinião, ela interfere bruscamente no trabalho de qualquer treinador.

    • Pode ser também….

      Vou analisar diferente, independente da diretoria.

      Os técnicos que mais xinguei na história do São Paulo foram estes pela ordem:

      Parreira, Adilson Batista, Vail Motta, Cuca, Ricardo Gomes, Levir Culpi, Osvaldo Oliveira, Mário Travaglini, Forlán e Muricy.

  10. nenhuma novidade isso..

    De acordo com o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, tudo está sendo comandado pelo diretor, Adalberto Baptista, sempre com o consenso dele e do presidente, Juvenal Juvêncio. O detalhe é que “o cabeça” do negócio está de folga em Indaiatuba, no interior de São Paulo, curtindo o feriado prolongado da Revolução Constitucionalista de 1932.

    Segundo João Paulo, as conversas começam com o novo treinador na quarta-feira, quando Adalberto volta à capital paulista. Até mesmo Juvenal Juvêncio está curtindo o feriado prolongado em uma de suas fazendas.

  11. Copiando o comentário de alguem do outro post…

    Apostaria (tentaria) o Paulo Autuori como coordenador geral (no cargo que foi do Rene Simoes), e o Muriçoca como coach!

    • Paulo Autuori se livrou do Vasco após derrota.
      Cuca só viria se Atlético-MG perder.
      Assim, depois da derrota do Atlético-GO para o Cruzeiro,, o vestal Renê Simões também está credenciado a dirigir o São Paulo…rsrsrs

  12. Eu particularmente gostaria que fosse dada uma chance ao Cuca.

    Não acredito nesses rótulos de azarado, pé frio e etc.

    Muricy, PA e Cuca são bons treinadores, experientes, conhecem futebol, e todos tem totais condições de fazer um bom trabalho se os ventos fora de campo soprarem a favor.

    Meu medo não é o treinador ser Fulano, Sicrano ou Beltrano.

    Meu medo é que o São Paulo transformou-se em uma das maiores frigideiras de treinador do futebol brasileiro e não vemos sinais de que algo vai mudar nesse sentido.

  13. Técnico desses especulados, qualquer um, até preferia o Luxemburgo (como técnico), mas o PA tbm é um bom nome, porém, o que mais esse time precisa, é de alguém que lhes cobre uma postura em campo. Postura de profissional, que está querendo servir ao seu time e não uma postura de apenas entrar em campo e vestir a camisa do time. Precisa ter postura de compromisso com o time, de correr, ir atrás do resultado de forma firme, absoluta e não essa passividade que estamos vendo ultimamente.

    Que venha quem for, espero que consiga ao menos o comprometimento dos jogadores, apenas isso.

  14. Sugiro mais uma mudança no estastuto do clube.

    Presidente, vice-presidente e diretores não podem ter sítio, fazenda ou casa na praia, e nem praticar esportes que necessite viagens.

  15. Katia Regina Firmino disse:
    10 de julho de 2013 às 13:13
    Acho o Cuca um ótimo técnico. Mas não sei se seria o ideal para o momento que atravessamos.

    Precisamos de alguém pulso firme.

    ———————————————————————————————

    Eu também acho que um treinador tem que ter pulso firme, mas a experiência do NF em ter pulso firme não deu muito certo não.

    Peitou o RC, peitou o Lúcio, ameaçou quem reclamasse e depois afastou o Fabrício…e só fez aumentar o fogo da frigideira…

    A hierarquia estabelecida hoje no São Paulo não permite que um treinador tenha pulso firme.

    Na verdade acho que hoje quanto mais jogo de cintura o treinador tiver, mais chances ele tem de conseguir sucesso.

    É extremamente difícil fazermos uma análise do que precisamos e do que é o ideal.

    Eu pelo menos me sinto meio perdido em analizar o SPFC de hoje.

    Não consigo ligar os pontinhos.

  16. pai Joel foi de lascar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    para o momento do clube não sei se o PA seria uma boa pedida esses caras precisam levar uma prensa das boas do banco, passando pelo goleiro ao centro avante, perder é até aceitável mas não perder sem lutar sem correr atrás…

    apesar de não ser muito fã dos chuveirinhos e afins eu creio q o momento tá mais pro murici ou até mesmo pro Luxa…

  17. PB disse:
    10 de julho de 2013 às 13:24 (Editar)
    Katia Regina Firmino disse:
    10 de julho de 2013 às 13:13
    Acho o Cuca um ótimo técnico. Mas não sei se seria o ideal para o momento que atravessamos.

    Precisamos de alguém pulso firme.

    ———————————————————————————————

    Eu também acho que um treinador tem que ter pulso firme, mas a experiência do NF em ter pulso firme não deu muito certo não.

    Peitou o RC, peitou o Lúcio, ameaçou quem reclamasse e depois afastou o Fabrício…e só fez aumentar o fogo da frigideira…

    A hierarquia estabelecida hoje no São Paulo não permite que um treinador tenha pulso firme.

    Na verdade acho que hoje quanto mais jogo de cintura o treinador tiver, mais chances ele tem de conseguir sucesso.

    É extremamente difícil fazermos uma análise do que precisamos e do que é o ideal.

    Eu pelo menos me sinto meio perdido em analizar o SPFC de hoje.
    ————————————————————————————
    Perfeitamente.
    O melhor técnico tem que ter um jogo de cintura daqueles.
    Por isso que falei pro Vitão que não se pode considerar o trabalho de cada um dos técnicos que passaram pelo São Paulo nestes últimos anos sem levar em consideração a atual diretoria.
    Certamente o trabalho deles foi minado de forma brutal, onde até Ricardo Gomes efetuou um excelente trabalho no Vasco depois e Muricy teve um grande sucesso, incluindo uma Libertadores, sendo que no São Paulo ele tem o estigma de ‘morre-morre’ em eliminatórias.
    Como falei antes, até agora mudou tudo, menos uma coisa. E os resultados foram os mesmos.

  18. O Junior também poderia entrar nessa pesquisa.

    É uma das opções.

    Está no mesmo nível que o Cuca.

    Aliás, acho que tem até mais títulos que o jacaré.

  19. sabe quando eu me preocupo?

    quando eu vejo são paulinos dos mais otimistas q mesmo em meio a momentos bem difíceis sempre se mantiveram otimistas e tudo mais….

    dizerem q estão preocupados e não sabem direito o q se deve fazer no atual momento… eu mesmo não tenho certeza de nada… kkkkkkkkkkk

  20. Kátia, eu acho q deveria colocar tbm o Capitão Nascimento na enquete… Esse sim viria para botar ordem no bagulho rs.

    Independente de quem vier, acho q o JJ deveria chamar os jogadores para uma reunião, aquela “chamada na xinxa”, e falar que quem joga são eles, e não o técnico, nem a diretoria, nem a torcida e muito menos o Porsche do AB. Eles precisam mostra empenho, dedicação, garra… Imagine um Ganso com a garra do Aloísio? Não podemos perder do jeito q estamos perdendo. Qnd sai o gol do adversário, o time parece q desistiu de viver… Ta muito estranha situação. E Muricy, Autuori, Fábio Capello, Zé Bonitinho, ou quem for, precisa vir logo. Temos q ter uma definição o mais cedo possível, pq precisamos tbm de alguns reforços e a janela já está se trancando…

    • O problema é que JJ não é digno de respeito nem dos jogadores.
      Tenho certeza que os caras devem fazer inúmeras piadas com o atual presidente.
      Se não fazem, desconsideram o que o desgastado senhor diz.
      A moral dele está láááááááá embaixo…
      Eu mesmo não conseguiria ter respeito por um cara desses se fosse meu ‘patrão’.

      • Eu concordo com vc, Subonildo, mas analisando o que temos para hj, é isso… Uma mudança maior e mais efetiva só se daria com a queda do Ahmadinejad tricolor… Mas isso só poderá ocorrer no ano q vem, após o Paulista. Então tenhamos fé e tentemos jogar com as cartas q temos nas mãos!

  21. Para mim o Muricy já pode ser descartado.

    Fica entre o Cuca e o PA, com maiores chance para o PA simplesmente pelo fato de achar que o Cuca não sai do Atlético.

    Será que tem espaço para mais algum nome?

  22. Duvido que o Cuca saia do Atlético-MG por vontade própria e muito menos que o Kallil o demita, caso seja eliminado da Libertadores.
    E outra. Até “ontem” o Cuca era a ultima escolha de qualquer um, hoje porque faz um trabalho bem feito no Atlético, já é o supra sumo dos treinadores.

  23. Dizem que o Muricy não acertou pela questão salarial.
    Agora aparece o nome do Cuca? Acha que ele não ganha uma bolada nesse Atlético do Kalill? Não acredito que ele seja demitido mesmo em caso de derrota e nem que sairia de um lugar onde faz um bom trabalho, pra pegar a bucha que é o SPFC de hj e ainda mais pra ganhar menos.

    Tá me dando medo essa conversa de técnico.
    Cada dia aparece um nome novo. Vai que aparece um Péricles Chamusca da vida. Ou, como estamos bem em ressuscitar defuntos, não seria espanto aparecer Nelsinho Baptista por aí.

    • Há notícia que o Muricy aceitaria receber 350 mil por mês no SPFC… Segundo notícias da Gazeta e do Diário de SP, o SPFC oferecia em torno de 280 a 320 mil mensais p Autuori. Acho q essa de salário não cola. A briga é do Leco c o Muricy mesmo.

  24. Essas pesquisas são bem bacamas, e pelo jeito são fáceis de se colocar no blog.

    Poderiam fazer uma com os possíveis condidatos a presidência do clube, inclusive incluindo um quarto mandato do JJ.

    Acho que teríamos uma surpresa com os resultados.

  25. Allan de Paula disse:
    10 de julho de 2013 às 14:09 (Editar)
    Eu concordo com vc, Subonildo, mas analisando o que temos para hj, é isso… Uma mudança maior e mais efetiva só se daria com a queda do Ahmadinejad tricolor… Mas isso só poderá ocorrer no ano q vem, após o Paulista. Então tenhamos fé e tentemos jogar com as cartas q temos nas mãos!
    —————————————————–
    De qualquer forma, na vinda de um técnico ‘pulso firme’, pra bater de frente com jogadores e impor respeito, só teremos mais e mais conflitos.
    Ainda sou mais a favor de um que saiba trabalhar neste fuzuê todo, sem querer ‘chegar chegando’ porque pra isso já temos muitos lá dentro.
    Os jogadores são reflexo de seus comandantes e contratantes e a torcida é reflexo do que o time faz em campo.
    Com essa gente no comando, não importa a filosofia de trabalho que o novo técnico tenha. Importa o quanto ele vai saber controlar as peças que lhe dão para obter resultados expressivos de acordo com as vontades dos senhores lá em cima.

    • Eu já nem sei como analisar o que seria melhor na situação rs. Está tudo muito confuso… Se vem alguém de pulso firme, ninguém respeita pq é firme, se vem alguém mais flexível, ninguém respeita pq o técnico deixa fazer oq quer. Não sei p onde vai parar essa paradoxal nau tricolor… Pode ser q chegue o Roberto Fernandes do América de Natal e o SPFC seja campeão interplanetário. Quem viver verá… ou não!

  26. Katia Regina Firmino disse:
    10 de julho de 2013 às 14:43
    Vou falar com o Kai amigo. Ele que manja dessas paradas…

    mas estou gostando tbm de estar aqui, viu?

    ____________________________________________

    Foi só ideia de um bobo viu, rsrsrs

    • só reiterando..etica, profissionalismo, raça..agente não compra..os jogadores recebem bem pra fazer o que eles tem que fazer..honrar o manto!

  27. Se o Cuca vier ficarei muito surpreso, principalmente pq o dono do time não gosta dele, vai ser mais um fritado até o final do ano.

    O negócio é contratar logo o PA segundo o dono do time foi o melhor treinador que ele já trabalhou, então.

  28. Eder – Fernandópolis disse:
    10 de julho de 2013 às 15:12 (Editar)
    Não é pra tanto…tem uns dois lá que nem no Fefa…mais tbém não vejo os outros times muito melhores que o nosso.

    O que falta é ver um time, não canso de dizer que fomos campeões mundiais com Edcarlos na zaga…só que o time tinha uma vontade monstra de ser campeão…ai ta a diferença pra mim, como despertar essa vontade…ai já não sei.

    Acho que começar a diminuir a boa vida deles poderia ajudar sei lá.
    —————————————–
    Então, Edão…
    A vontade de ser campeão, a determinação, o brio, a gana.. vem muito do respeito pela entidade.
    Entretanto, o vínculo da imagem de JJ ao que há de mais patético no futebol nacional acabou fazendo com que os atletas perdessem muito do respeito que tinham pelo presidente.
    Enquanto Juvêncio se tornava mais um ser folclórico e tragicômico, o São Paulo em campo perdia sua força.
    Diminuir a boa vida dos caras não seria tão ruim, desde que o exemplo viesse de seus ‘superiores’, de seus contratantes.
    E tem mais. Rogério Ceni tem colecionado falhas gritantes nos últimos jogos, mas tem uma posição de líder no elenco. Isso influencia muito no desempenho dos demais jogadores.
    Imagina você levar ‘bronca’ de um cara que se mostra muito mais preocupado em ‘bater recordes’ do que no time como um todo?

  29. ftricolor disse:
    10 de julho de 2013 às 14:23
    até o tiririca ganha do JJ

    ———————————————————————————

    Fabinho, lembro de um fato ocorrido antes das eleições presidenciais de 2006, quando se discutia a reelição do Lula, e seus seus possíveis concorrentes.

    Na época um cientista político falou o seguinte:

    “Até um poste ganha do Lula, mas se dermos um nome para o poste, o Lula ganha”

    Acho que o São Paulo hoje vive o mesmo dilema.

  30. É que não tem como, mas se pegar os stats só dos votos depois q Cuca foi incluído, acho que tá pau a pau com o Muriçoca….
    Autuori, definitivamente, seria só trocar a carne que vai queimar na churrasqueira.

  31. Para facilitar, o pessoal que está logando aqui pela primeira vez e que já frequentava o blog, poderia usar o mesmo nickname que usava por lá… isso nos facilita bastante na identificação e liberação do comentário.

      • Não, normal isso, apenas pedi para que usassem o mesmo nickname e e-mail, pois estou vendo vários usuários usando o e-mail antigo (normal), porém mudando o nickname, que para facilitar, poderia usar o mesmo que usava lá.

  32. O Santos pode ser uma peça importante nesse jogo das cadeiras dos treinadores.

    Eles também estão com a vaga aberta, e certamente tem interesse em uma eventual disponibilidade do Cuca ou no PA.

    Se o Cuca ficar no Atletico, poderemos ter um ríval na briga pelo PA e sabe-se lá qual será o resultado disso.

    Se o Cuca sair, acho que são os dois nomes para ocuparem as vagas abertas na Vila Belmiro e no Morumbi.

    Restaria saber onde se encaixa cada um.

Deixe uma resposta